Planeta Terra visto do espaço - Aurora austral


A aurora austral (Hemisfério sul), assim como a boreal - no hemisfério norte -, ocorre quando partículas de alta energia emitidas pelo Sol atingem o campo magnético da Terra. As partículas são levadas aos polos, onde interagem com as partículas de camadas mais altas da atmosfera - o resultado são as luzes das auroras polares.

Este vídeo com duração de 5 minutos mostra imagens da aurora austral vista do espaço, as imagens foram feitas com uma camera especial de pouca luz (Special low-light 4K-camera). O vídeo mostra efeitos da aurora austral e impressiona pela beleza da mesma sobre nosso planeta.



Sequências de fotos em time-lapse tiradas pela pela tripulação da «Expedição 28 e 29» a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS) entre Agosto e outubro de 2011.
Cortesia da imagem do Image Science & Analysis Laboratory,
NASA Johnson Space Center, The Gateway to Astronaut Fotografia da Terra
eol.jsc.nasa.gov
Edição: Michael König | www.koenigm.com

Lugares fotografados por ordem de aparição:

1. Aurora Borealis sobre os EUA à noite
2. Aurora Borealis e a Costa Leste dos EUA à noite
3. Aurora Australis de Madagáscar até a região Sudoeste da Austrália
4. Aurora Australis a Sul da Austrália
5. Costa Noroeste dos EUA até à região Centro da América do Sul à noite
6. Aurora Australis do Oceano Pacífico Sul para o Oceano Pacífico Norte
7. Meia volta ao mundo
8. Passagem à noite sobre a África Central e o Médio Oriente
9. Passagem à noite sobre o deserto do Saara e o Médio Oriente
10. Passagem sobre o Canadá e o Centro dos EUA à noite
11. Passagem sobre o Sul da Califórnia até Hudson Bay
12. Ilhas no Mar das Filipinas à noite
13. Passagem sobre a Ásia Oriental, o Mar das Filipinas e Guam
14. Avistamento do Médio Oriente à noite
15. Passgem à noite sobre o Mar Mediterrâneo
16. Aurora Borealis e os EUA à noite
17. Aurora Australis ao longo do Oceano Índico
18. Europa de Leste até o Sudeste Asiático à noite

Momentos felinos - Vídeos de gatos.

Passeando pela net me deparei com esse vídeo super legal, que faz parte da seleção dos “30 gatos do ano” feita pelo BuzzFeed.( Veja a lista completa aqui.) que mostra que os animais não tem nada de burro, eles entendem certas coisas e quando não conseguem algo sozinhos podem pedir a nossa ajuda, como não falamos a mesma língua, alguns animais sabem ser mais explícitos que outros.



O próximo vídeo mostra dois gatos, um aprontou todas e outro não fez nada. Sabe como o dono descobriu o culpado?
Assista o vídeo abaixo e veja como:


Que tal uma massagem nas costas?


Amizade entre um animal aquático e outro terrestre. Lindo!




Esse é uma fofura


Se quiser ver mais vídeos como esses, visite o site aqui

Lixo espacial cai em fazenda do maranhão

bola1



Hoje na Folha de São Paulo saiu a notícia de um objeto esférico de mais ou menos 30Kg que caiu e uma fazenda no interior do maranhão e assutou muita gente. O povo chegou a achar que era uma invasão alienígena ou o fim do mundo. Gustavo Rojas, astrofísico da UFSCar, acredita que a esfera seja parte de um foguete europeu.



O que é lixo espacial?
O lixo espacial é composto detritos de naves, combustíveis, satélites desativados, lascas de tinta, combustível, pedaços de mantas térmicas e foguetes, objetos metálicos e até mesmo ferramentas perdidas por astronautas durante as suas explorações espaciais. “O que existe é uma grande nuvem de objetos dos mais variados tamanhos e pesos, desde um grama até toneladas”, explicou Petrônio Noronha de Souza, chefe do laboratório de Integração e Testes do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).Fonte



Atualmente, cerca de 17.000 destroços com mais de 10 centímetros giram em torno do Planeta Terra, provocando colisões e danificando naves (na imagem acima, uma montagem feita em computador mostra o acúmulo do lixo ao redor do planeta). Fonte

Pensando em quantos objetos são lançados ao espaço anualmente e que os mesmos ficam em órbita em torno de nosso planeta, é possível imaginar que estarmos praticamente vivendo num campo de céu minado, de onde pode a qualquer momento cair algum pedaço de satélite sobre algum povoado, ou até mesmo sobre uma cidade populosa, colocando vidas em perigo.

Até agora não houve casos com vítimas fatais, porém se alguma atitude não for tomada, isso poderá acontecer, pessoas podem morrer por que os programas espaciais não estão se dedicando muito a limpar a sugeira que fazem no espaço apesar de tocarem no assunto e a fazer projetos, como os suiços, pois segundo a maioria os custos são altos demais e além disso não existe uma lei mundial específica sobre o lixo espacial o que faz com que países que lançam satélites possam descartá-los sem sofrer nenhum tipo de punição, aumentando ainda mais a quantidade de partículas em órbita, desde 1 cm de tamanho à toneladas de peso.

Pois é, se você olhar para o céu à noite e se deparar com algum objeto caindo do céu, não pense em uma estrela cadente ou asteróide vindo do espaço, é mais fácil ser um pedaço de foguete ou satélite que entrou em nossa atmosfera.

Robôs cada vez mais parecidos com seres humanos

Lembra daquele filme AI - Inteligência Artificial, inde um menininho construído para amar uma família passa por muitas aventuras e perrengues?
Pois bem, a tecnologia não está muito longe de ter robôs com feições humanas, aliás, esses robõs já existem e imitam bem as pessoas, porém, não passam de manequins cujo movimento corporal ainda depende das pessoas, mas os seus rostos são outra coisa, eles conseguem imitar expressões faciais humanas com facilidade, alguns falam e conseguem responder a perguntas simples, como os robõs programados para responder sobre localização de lojas em shopping.
Confira abaixo algumas fotos que retirei daqui ó.
A humanoide Geminoid-F também é criação de Hiroshi Ishiguro. Na imagem, ela posa ao lado da modelo que a inspirou  Foto: ATR Hiroshi Ishiguro Laboratory /Divulgação
A humanoide Geminoid-F também é criação de Hiroshi Ishiguro. Na imagem, ela posa ao lado da modelo que a inspirou

Foto: ATR Hiroshi Ishiguro Laboratory /Divulgação
Hiroshi Ishiguro é um famoso cientista da Universidade de Osaka e trabalha com a criação de humanoides cada vez mais semelhantes ao homem quanto aos aspectos físicos e de inteligência. Na imagem, o cientista desenvolveu o Geminoid HI-1 (ao fundo), nos laboratórios da ATR Hiroshi Ishiguro  Foto: ATR Hiroshi Ishiguro Laboratory/Divulgação
Hiroshi Ishiguro é um famoso cientista da Universidade de Osaka e trabalha com a criação de humanoides cada vez mais semelhantes ao homem quanto aos aspectos físicos e de inteligência. Na imagem, o cientista desenvolveu o Geminoid HI-1 (ao fundo), nos laboratórios da ATR Hiroshi Ishiguro

Foto: ATR Hiroshi Ishiguro Laboratory/Divulgação

A androide Sayonara (sentada na cadeira), também desenvolvida nos laboratórios da ATR Hiroshi Ishiguro, interage com um ser humano  Foto: Tatsuo Nambu / Oriza Hirata / ATR Hiroshi Ishiguro Laboratory /Divulgação
A androide Sayonara (sentada na cadeira), também desenvolvida nos laboratórios da ATR Hiroshi Ishiguro, interage com um ser humano

Foto: Tatsuo Nambu / Oriza Hirata / ATR Hiroshi Ishiguro Laboratory /Divulgação

Recomendadíssimo: Red Dog




Se você é como eu e adora bichos, amou assistir para sempre ao seu lado com Richard Guere, e chorou pacas com final, você não pode perder esse filme maravilhoso. Cheio de paisagens maravilhosas, um enredo super rico e de quebra algumas cenas bem humoradas, que arrancam boas risadas. O filme me prendeu do início ao fim. Ri, chorei, ri de novo e adorei ver algo tão bonito e que mostra o quanto pode ser  incondicional o amor de um animal por seu dono. As vezes me pergunto como pode existir gente que não ama os animais. Para mim só existe dois tipos de pessoas que não gostam de animais: pessoas que nunca criaram ou tiveram contato com um na infância. E pessoas com caráter duvidoso.
Vamos à sinopse do filme:

Red Dog é baseado na lendária e real história do cão australiano que conviveu com toda uma comunidade de operários de várias regiões da austrália e do mundo. Era um cão de todos e de ninguém,  que escolheu o seu dono, John Grant um  motorista de ônibus. A fidelidade de Tally Ho (o nome orignal do cão) é reconhecida por todos quando seu dono morre em 1975 e Tally Ho passou a andar por conta própria pelo deserto australiano em busca do seu dono. Red Dog (Cão Vermelho) ganhou esse apelido pelos membros das comunidades que ele frequentava por causa da poeira vermelha do oeste australiano.

Assista e se apaixone por este filme.

Parque Francisco Rizzo - Embu das Artes - Usurpação dos funcionários

Vamos primeiro á informações sobre o parque:
Localizado em uma das várzeas do Rio Embu-Mirim, contribuinte da Represa do Guarapiranga, o Parque do Lago Francisco Rizzo abriga espécies nativas de vegetação, como taboas, aguapés e ciperáceas.
O visitante logo percebe que o espaço, próximo ao centro histórico, é especial: belo e tranquilo, possui 217 mil m² de natureza preservada, incluindo um lago de 56 mil m² cheio de peixes, gansos e cágados. Por motivos de segurança e preservação, é proibido pescar e utilizar a área para banho.
O charme da alameda central convida à caminhada. O visitante encontra pássaros de várias espécies e inúmeras árvores. Há playground, equipamentos de ginástica, quiosques e pavilhão para exposição, com capacidade para 250 pessoas e vista para o lago . Uma pista de cooper margeia parte do lago e possui iluminação para caminhadas noturnas. Também existe um projeto de interligação do Parque Rizzo com o Parque da Cidade e a Praça da Lagoa.
Mediante agendamento, o parque oferece trilha monitorada. O roteiro conta com visitas ao Laboratório Vivo (experiências agroecológicas), horta comunitária, viveiro, Pontos de Entrega Voluntária (PEV) de materiais recicláveis, Ponto de Entrega de Catadores (PEC), Projeto Conviver, Brinquedoteca e Biblioteca.
Sob a responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente, cuja pasta é administrada pelo secretário João Ramos, o parque é palco de grandes realizações como Projeto Férias, Feira de Carros Antigos, Festival das Flores, Semana da Imigração Japonesa, entre outros eventos públicos. Por mês, o local recebe 10 mil visitantes.
Estrutura:
16 banheiros masculino e feminino adaptados para pessoas com deficiência
Estacionamento para 200 carros, com vagas preferenciais para idosos e pessoas com deficiência
Lanchonete da Cooperativa de Alimentos
Nos finais de semana, há barracas de alimentação na área externa
Parque do Lago Francisco Rizzo
Rua Alberto Giosa, 320, Quinhaú (km 282 da Rodovia Regis Bittencourt)
Informações: (11) 4781-4953
Funcionamento: diariamente, das 8 às 20h

E agora ao que me aconteceu e me deixou triste o suficiente para nunca mais levar meu cão lá para passear:

Infelizmente algumas pessoas são simplesmente barradas na entrada do parque que é feita através de catracas. As leis do parque estão super claras no site, mas seus funcionários parecem não ter conhecimento sobre isso e usam de puro preconceito para impô-la às pessoas e aos seus animais. Tentei entrar com um labrador amarelo (a mesma raça que serve de cão guia para cegos e que todos saber ser super mansa e calma) e os funcionários me fizeram dar meia volta, pois apesar do meu cão estar usando guia com enforcador (como consta do regulamento interno do parque cujo acesso tive através do site da prefeitura), o meu cão mesmo assim não pôde adentrar no parque, pois eles queriam que ele usasse uma fucinheira, pois para eles um labrador é igual a uma raça perigosa. Pois bem, lá fui eu comprar a bendita da fucinheira, beleza, finalmente meu cão entrou e podemos dar o nosso merecido passeio, afinal de contas, o Bennu, meu labrador, nunca tinha passeado num parque, porém, o Bennu, não se acostumou com a fucinheira, pois nunca havia precisado usar uma e toda hora ele ficava parando tentando desesperadamento arrancá-la, o passeio acabou não sendo tão prazeiroso assim, tivemos que ficar pouco tempo, pois meu cão não estava gostando de ser tratado como monstro com aquela fucinheira em seu fucinho. Me senti vítima da usurpação por parte de alguns funcionários, pois a lei do parque é uma e eles aplicam outra. Nunca existiu proibição de passeio com cães da raça labrador em quaisquer parque de São Paulo. É uma pena que um parque tão bonito como o Francisco Rizzo esteja nas mãos de gente despreparada e desconhecedora das próprias leis que estão disponíveis para qualquer um que queira obedecê-las.
 Abaixo o regulamento do parque para que as pessoas fiquem bem cientes das leis e corram trás de seus direitos.

Voltei lá algumas semanas depois com um outro cão, um chihuahua (raça minúscula) e comentei sobre a lei do parque que estava on-line e que nada citava que cão de raça grande só entra de fucinheira, sabe o que um senhor que trabalha lá fez? Disse que o que vale é o que eles aplicam lá e não o que está escrito e sancionado pela prefeitura e riu, parecia que da minha cara, afinal quem somos nós diante de um funcionário que só fica lá em pé olhando as catracas e se sentindo a autoridade, não é mesmo?
Pois é, lei para inglês ver e funcionário deturpar...






Idéia para um final de semana

Imagem: pimenta no reino
Chocolate derretido + frutas e um tempinho na geladeira.
Preciso falar mais alguma coisa?
A ideia é deste site:

SPCA e WSPCA - órgão de proteção dos animais


Animais em Risco foto do site Drica Lys

Outro programa muito interessante que passa no canal fechado Animal Planet é o Animais em Risco, onde conta a histórias de animais maltratados socorridos pela SPCA (Society for the Prevention of Cruelty to Animals) que é uma entidade sem fins lucrativos que vive de doações e que cuida e socorre animais vítimas de abandono e maus tratos.Em alguns locais dos Estados Unidos, como New York, existem patrulheiros com poder de voz de prisão àqueles que são acusados de maus tratos. Quem dera se no Brasil essas coisas fossem tratadas com a mesma seriedade. Mas infelizmente tudo sempre acaba em pizza.

Saindo um pouco do programa de tv e indo mais adiante no assunto proteção animal, existem várias SPCAs espalhadas pelo mundo, aqui, além das ongs nacionais que fazem um excelente trabalho em prol dos animais, temos algo muito mais modesto da SPCA mas que de certa forma também trabalha ajudando os animais é a WSPCA (http://www.wspabrasil.org) essa organização é mais atuante em situações emergenciais como desastres naturais, ela atua junto de ongs brasileiras e ajuda a socorrer animais e a conscientizar seus tutores a cuidar deles.
Eles também disponibilizam informações que ajudam as pessoas ao fazer denúncias de maus tratos e a saber das leis que falam sobre o assunto.

Abaixo um pequeno manual sobre cuidados com animais em caso de desastres naturais.

Para conhecer as ongs parceiras da WSPCA, veja a lista abaixo e escola a de seu estado.
Utilize a lista de organizações brasileiras divididas por estado e cidade, para encontrá-las.

ALAGOAS

Maceió


AMAPÁ

Macapá


AMAZONAS

Manaus
Presidente Figueiredo


BAHIA

Salvador


CEARÁ

Fortaleza
  • União Internacional de Proteção Animal (UIPA)

Pacajus
  • Águas de Março



DISTRITO FEDERAL

Distrito Federal
  • ProAnima - Associação Protetora dos Animais do Distrito Federal

Sobradinho
  • Associação Orion Saint-Germain de Proteção Animal e Ambiental



ESPÍRITO SANTO

Vila Velha


GOIÁS

Pires do Rio


MARANHÃO

São Luiz


MATO GROSSO

Cuiabá
  • Associação Mato-Grossense Voz Animal (AVA)



MATO GROSSO DO SUL

Campo Grande


MINAS GERAIS


Belo Horizonte
Contagem
Itabirito
  • Sociedade Protetora dos Animais - VIDANIMAL

Montes Claros
  • Instituto Vida Animal (IVA)

Oliveira
Sabará


PARÁ

Ananindeua
  • Instituto ASSCOMA - Defesa Animal e Educação Sócio Ambiental



PARAÍBA

João Pessoa


PERNAMBUCO

Belo Jardim
  • Centro de Apoio a Projetos Especiais (CEAPES)

Camaragibe
Jaboatão dos Guararapes
  • Gato Feliz e Cia (Associação em Proteção Animal)

Recife
  • SOS Quatro Patas & Cia



PIAUÍ

Teresina


PARANÁ

Curitiba
Matinhos
  • Associação Arca de Noé de Proteção aos Animais (ANOÉ)



RIO DE JANEIRO

Maricá

  • Instituto Zofia - Proteção Animal e Preservação Ambiental

Miguel Pereira
Niterói
Petrópolis
Resende
Rio de Janeiro
Teresópolis
  • SOS Animal



RIO GRANDE DO NORTE

Natal
  • Amimais - Amigo dos Animais



RIO GRANDE DO SUL

Estância Velha
  • Associação Bichinho Carente

Montenegro
  • Associação Montenegrina dos Guardiões dos Animais (AMOGA)

Novo Hamburgo
Passo Fundo
Porto Alegre
Santa Maria
  • Clube Amigos dos Animais



RORAIMA

Boa Vista
  • Yawara Associação de Proteção Animal (YAPA)



SANTA CATARINA

Blumenau

  • Associação Protetora de Animais de Blumenau (APRABLU)

Chapecó
Florianópolis
Garopaba
  • Associação Fundo Vira-Lata de Garopaba

Indaial
Palhoça
  • Amigos e Protetores dos Animais de Palhoça (APRAP)



SÃO PAULO

Avaré
Campinas
Campos do Jordão
  • Associação Zoófila de Campos do Jordão

Diadema
Franca
  • Turma do Abrigo 

Guarulhos
Jaboticabal
  • Associação Protetora dos Animais (APA)

Jundiaí
Juquitiba
  • SOS Fauna - Órgão de Defesa da Fauna e Flora Brasileira

Itú
  • Associação Mucky de Proteção aos Primatas

Piracicaba
  • Sociedade Piracicabana de Proteção aos Animais (SPPA)

Ribeirão Preto
  •  Associação Vida Animal de Ribeirão Preto (AVA)

Santo André
Santos
São Paulo
São Caetano do Sul
São João da Boa Vista
São José do Rio Preto
  • Associação Protetores do Amigo Bicho (PROAMBI)

São Sebastião

  • Associação Companhia das Patas

Valinhos


SERGIPE

Aracajú
  • Amigos dos Animais (AMA)

Cientistas criam robô que se alimenta e 'precisa ir ao banheiro'

Essa é para achar graça^^ mas também achar incrível, um robozinho que se alimenta de coisas podres para viver e ainda consegue ir ao banheiro^^.
O que a ciência não inventa. Já pensou um robô automato, que consegue viver 20 ou 30 anos sem a ajuda direta do homem para se alimentar, pois se alimenta de dejetos biológicos? Pois é, ele existe e promete ser muito útil ao homem em tarefas nada agradáveis como limpezas de esgotos. Lembrei de três filmes: Matrix (robôs que se alimentavam das cargas elétricas geradas pelo cérebro humano) e Eu, Robô  e AI-Inteligência Artificial (robôs que possuiam grande entendimento a ponto de se relacionar com humanos, como seus servos em um e como cópia fiel dos humanos em outro). Estariamos tão longe assim  destas realidades fictícias?

Leia a notícia abaixo na íntegra:


Pesquisadores britânicos testam máquina que se alimenta de resíduos orgânicos e expulsa os resíduos.

Da BBC

EcoBot 3 pode ser usado para limpar poluição (Foto: Laboratório de Robótica da Universidade de Bristol/BBC)
EcoBot 3 pode ser usado para limpar poluição
(Foto: Laboratório de Robótica da Universidade
de Bristol/BBC)

Cientistas britânicos desenvolveram um projeto de um robô que precisa ir ao banheiro.
O EcoBot 3 é um tipo de máquina autossuficiente, que tira sua energia de dejetos e água que encontra em seu caminho.
E, como qualquer organismo, este robô precisa expulsar o que poderia ser chamado de 'cocô robótico'.
Robôs mais tradicionais funcionam com baterias que precisam ser carregadas regularmente e, por isso, precisam de intervenção humana para se manter.
Mas, o EcoBot 3, criado no Laboratório de Robótica da Universidade de Bristol, é capaz de gerar a energia que move seus circuitos graças a um dispositivo que converte os resíduos orgânicos em eletricidade com a ajuda de micróbios.

'É algo muito parecido com o que acontece com humanos', disse à BBC Ioannis Ieropoulos, do Departamento de Bioengenharia e Sistemas de Inteligência Autônomos.
'O robô pode consumir qualquer tipo de substância orgânica e um dispositivo com os micróbios (células de combustível microbianas) decompõem esta matéria para gerar a eletricidade necessária para a manutenção do funcionamento', acrescentou.
Comida
O cientista também afirmou que o robô EcoBot 3 é capaz de 'encontrar a própria comida'.
Durante os testes realizados em Bristol, os cientistas colocaram 'comida' e água em lugares específicos.
No final da experiência, o robô era capaz de ir buscar seu alimento também em outros lugares.
Desta forma, o EcoBot 3 consegue funcionar sete dias por semana por um período de 20 a 30 anos.
O projeto, financiado em conjunto pelas Universidades de Bristol e West England, já lançou outros protótipos que usavam 'alimentos' diferentes.
O EcoBot 1, por exemplo, precisava de açúcar para alimentar um motor com bactérias do tipo E.coli.
O segundo protótipo, EcoBot 2, podia 'comer' frutas e legumes podres, além de restos de insetos.
Mas, nenhum destes protótipos era capaz de fazer algo essencial para manter sua autonomia, expulsar os resíduos, algo que o EcoBot 3 faz dentro de um recipiente.
Usos e possibilidades
Ieropoulos conta que o EcoBot 3 é o 'primeiro exemplo de sistema autossutentável'.
'Imagine enviar estes robôs a um local onde podem conseguir a própria energia, com missões específicas como limpar um ambiente de substâncias tóxicas, poluição', disse.
A ideia, segundo o cientista, é levar estes robôs para lugares onde os humanos não podem chegar ou preferem não ir por motivos de higiene ou de segurança.
Os cientistas já citaram como exemplo, no longo prazo, enviar os robôs aos esgotos das cidades, para controlar seu funcionamento e limpar entupimentos.
Outra possibilidade é usar estes robôs em explorações marinhas em águas profundas, onde não há luz, mas existem grandes quantidades de biomassa, que poderiam servir de 'alimento'.
Os robôs também poderiam ser levados em missões espaciais. Nestas missões, eles poderiam se alimentar de resíduos dos astronautas a bordo da nave.
Mas, como lembra Ieropoulos, o EcoBot 3 ainda precisa de muito trabalho e o objetivo dos cientistas agora é dar uma função específica a este robô.
Essa notícia é daqui ó...

Torta de Ganashe com nozes e amendoas

Quarta-feira de cinzas e você teve a sorte de não precisar trabalha, pois saiba que você é um dos poucos^^
Que tal aproveitar esse dia de folga e fazer um docinho delicioso e de quebra agradar o pessoal de casa? 
Imagem: Na Minha Panela
Olha essa delícia da foto aí em cima. Essa é mais uma receita tudo de bom do site Na Minha Panela Quer saber como faz? Então comece derretendo 2 barras de chocolate amargo juntamente com 1 colher de sopa de manteiga. tudo derretido? misture bem, adicione 1 pitada de sal,  1 lata de creme de leite sem soro e 200g de um mix de nozes e amêndoas assadas e quebradas...
Quer saber o restante da receita então acesse: Na Minha Panela

Foto mostra berçário de estrelas em formato de fita no espaço

Foto mostra berçário de estrelas em formato de fita no espaço
Faixa possui aproximadamente 95 trilhões de quilômetros de extensão.
Imagem foi feita por telescópio localizado no Chile.
Do G1, em São Paulo

11 comentáriosUma fotografia divulgada nesta quarta-feira (15) pelo Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês) mostra uma "fita" de poeira cósmica com aproximadamente 95 trilhões de quilômetros de extensão.
A imagem foi feita com o telescópio Apex, localizado no deserto do Atacama, no Chile. A região aparece próxima a uma estrela da constelação de Touro.
Conhecida como "Nuvem Molecular do Touro", a faixa se situa a 450 anos-luz de distância da Terra. A área apresenta grande formação de estrelas, com a poeira ao redor emitindo um brilho muito fraco, já que a temperatura chega a -260 graus Celsius. A essa temperatura, é necessário um instrumento sensível como o Apex para poder detectar comprimentos de onda tão grande, com quase 1 milímetro de extensão.
A 'Nebulosa Molecular do Touro' a 450 anos-luz da Terra, ao lado de uma estrela da constelação de Touro. (Foto: ESA)
A nebulosa molecular a 450 anos-luz da Terra, ao lado de estrela da constelação de Touro. (Foto: ESA)

Homens fofocam mais que mulheres, diz estudo

Essa notícia é outra meio antiguinha, mas vale a pena relembrar, ainda mais para tirar boas risadas...


Homens passam mais tempo de seu dia fofocando do que as mulheres, segundo uma pesquisa realizada na Grã-Bretanha.

O estudo do instituto de pesquisas Onepoll indica que eles passam uma média de 76 minutos diários conversando sobre amenidades com amigos e colegas de trabalho, comparado a 52 minutos gastos pelas mulheres.

AS FOFOCAS DOS HOMENS

  1. Bebedeiras dos amigos
  2. Destaques do noticiário
  3. Amigos dos tempos de escola
  4. Mulheres do escritório
  5. A mais bonita do escritório
  6. Espalhar boatos
  7. Promoções
  8. Transas
  9. Salário
  10. O chefe

Entre os assuntos favoritos dos homens estão as peripécias de amigos bêbados e os dos tempos de escola, e as histórias em torno da mulher mais bonita do escritório.
Já as mulheres preferem passar o tempo reclamando de outras mulheres, falando da vida sexual dos conhecidos e comentando sobre o peso das amigas.

AS FOFOCAS DAS MULHERES

  1. Outras mulheres
  2. Destaques do noticiário
  3. Problemas no relacionamento
  4. Relacionamentos dos outros
  5. Transas
  6. Peso das amigas
  7. Novelas
  8. Maridos/namorados das amigas
  9. A sogra
  10. Celebridades
Mais que sexo
O OnePoll entrevistou 5 mil pessoas pela internet.
Ele descobriu que os homens fofocam mais no escritório, enquanto as mulheres preferem fazer isso em casa.
Cerca de 30% dos homens disseram ficar mais felizes quando conversam com os colegas de trabalho, e 58% deles admitem que fofocar o faz se sentirem "enturmados".
Outros 31% confessaram gostar mais de fofocar com as parceiras do que fazer sexo.
"Esta pesquisa prova que os homens são piores que as mulheres", disse um representante do Onepoll. "Eles adoram um pouco de escândalo e vão fazer qualquer coisa para ser o centro das atenções dos colegas."
Entre as mulheres, mais da metade das entrevistadas disse que conversam frequentemente sobre suas vidas pessoais com as amigas.
Elas também tendem a comentar mais sobre as celebridades do que os homens, que são mais influenciados pelos assuntos do trabalho.
"Mesmo fofocando sobre coisas diferentes, homens e mulheres concordam que conversar com amigos, colegas e parceiros os ajuda a se sentir mais à vontade", disse o representante da Onepoll.

Perdidos no espaço

Imagem de: http://gaea-araujo.blogspot.com/
Perdidos no espaço

Quando foi deflagrada, há mais de cinco décadas, a corrida espacial parecia anunciar o começo de uma nova era.
Ao colocar o primeiro satélite em órbita (1957) e repetir o feito com uma nave tripulada (1961), a então União Soviética não apenas levava a competição mundial entre dois modelos -capitalismo e socialismo- a uma nova fronteira simbólica. Imaginava-se, nos dois lados do grande confronto, que o futuro estava no espaço, como estivera antes na exploração dos oceanos e na navegação aérea.
Assim desafiados, os Estados Unidos mobilizaram recursos necessários para liderar a competição e enviar, a partir de 1969, sucessivos pares de astronautas à Lua. Passados tantos anos, o encerramento do programa de ônibus espaciais, com a conclusão do voo orbital da Atlantis ontem, sugere um balanço do ciclo pioneiro.
É notório que as expectativas, infladas pela excitação ideológica da Guerra Fria, não se confirmaram. O próprio investimento nos programas espaciais já declinava desde que a dissolução do império soviético fez os gastos parecerem exorbitantes como nunca.
Americanos e russos, entretanto, enviaram missões não tripuladas a todos os planetas do Sistema Solar. Embora exista água líquida (e talvez formas rudimentares de vida) num satélite de Júpiter (Europa) e noutro de Saturno (Encélado), essas viagens nada revelaram de promissor do ângulo prático.
A utilização econômica do espaço remoto, para não dizer sua ocupação demográfica, continua mera fantasia. As distâncias são incomensuráveis; os custos, astronômicos.
Onde a competição espacial gerou resultados palpáveis, tecnológicos e econômicos, foi na dimensão menos espetacular das vizinhanças do planeta, a faixa de 36 mil quilômetros em que trafegam milhares de satélites artificiais.
Essa rede, que viabilizou o enorme progresso das telecomunicações nestas décadas, também deu impulso a avanços em áreas como meteorologia e eletrônica. Torna-se um problema conforme se acumulam objetos cuja órbita um dia decairá até que se desfaçam em atrito com a atmosfera, nem sempre de forma segura.
A exploração do espaço continuará porque o desejo de conhecer é inextinguível. Seu desenrolar, porém, será mais lento e realista. Nossa condição parece ser solitária (há décadas varremos os céus na busca de sinais que possamos interpretar como inteligentes...); não falta razão para nos voltarmos mais para a Terra e seus graves problemas do que para "os abismos do espaço infinito".

O encantador de cães

Esta série acompanha o especialista em comportamento animal, César Millan, e mostra como ele trabalha com os animais e seus donos. Cesar Millan, mexicano especialista em comportamento canino, notório por conseguir resolver uma ampla variedade de problemas, desde cães agressivos até outros marcados por traumas e manias diversas. Cesar vive na cidade de Los Angeles, no oeste dos Estados Unidos, onde fundou seu Centro de Psicologia Canina.  Este é um programa fabuloso e nos ensina muito sobre cães, tenho dois cães um labrador e um chihuahua e graças aos ensinamentos do César Millan em seus programas eu pude corrigir e muito o comportamento de ambos e digo que hoje tenho dois cães maravilhosos.

CESAR MILLÁN conseguiu incríveis resultados com cães agressivos, assustados, preguiçosos, compulsivos e até ciumentos. E com o programa O Encantador de Cães, conquistou o reconhecimento do público. As pessoas assim que assistem ao programa logo percebem que não são os cães, mas seus excêntricos donos, os que mais precisam da ajuda de César.
César é geralmente o último recurso dos clientes que enfrentam situações de crise com seus adorados mascotes. Apesar da maioria dos episódios de O Encantador de Cães ser filmada nos lares dos animais e seus donos, em certas ocasiões, César decide levar os casos mais extremos ao seu Centro de Psicologia Canina, onde submete os recém-chegados a um intenso treinamento com cães recuperados. Este método coloca à prova o poder do trabalho em equipe entre o homem e seus bichos de estimação. No Centro de Psicologia Canina podem ser encontrados até 50 cachorros internados: rottweilers, pitbulls e dobermans, marcados por algum acontecimento mortal, que agora desfrutam de uma segunda oportunidade em suas vidas, enquanto ajudam César na reabilitação de novos cachorros com casos extremos de mau comportamento. No programa, Cesar visita os lares de cães problemáticos e seus donos. Sem aviso prévio ou preparação específica para cada caso, O Encantador de Cães documenta as surpreendentes mudanças de comportamento que acontecem sob a sua direção firme e serena.
Fonte

Amor de Gato (MUST LOVE CATS),

Continuando das séries de tv que são show, Amor de Gato (MUST LOVE CATS) é  uma série do Animal Planet que mostra felinos tão especiais e carismáticos que merecem ter seu próprio programa de TV. Eu como adoradora de gatos (tenho seis lindos gatos e dois cães e não a minha casa não é um Zoo) simplesmente achei o máximo ter uma série só para eles, e o incrível é que esses gatos tem donos maravilhosos que os amam. É difícil encontrar uma pessoa que ame gatos e neste lugar sempre tem^^ Queria que na vida também fosse assim. O programa mostra todo tipo de gatos, até alguns  que formam uma banda (e tocam mesmo!), também tem gatos que escapam toda noite para surrupiar objetos dos vizinhos (sim cleptomaníaco mesmo!), gatos que são super stars do mundo da moda e outros ainda que salvaram vidas (avisando de incêndios).
A cada episódio é contada e apresentada um pouco da história do felino e de seu dono, com apresentação de  John Fulton (que ama gatos!) compositor que sempre faz musicas para os felinos e seus donos e que viaja a diversos países em busca de boas histórias sobre felinos para contar, mostrando pessoas, lugares e relatos fantásticos relacionados ao mundo dos felinos e daqueles que não vivem sem eles.
Amor de Gato foi produzida para o Animal Planet por Powderhouse Productions. Joel Olick, Tug Yourgrau e Carter Seanbaker foram os produtores executivos por parte da Powderhouse. John Tomlin foi o coprodutor executivo da Powerderhousey e Erin Wanner é o produtor executivo do Animal Planet.
Recomendo a todos que amam não só os gatos mas animais em geral. Se você nunca criou um gato e nem gosta de gatos assista o programa e entenda que estes são animais tão companheiros e carinhosos quanto os cães e que trazem muitas alegrias aos donos de posse responsável. Um grande abraço^^

Esquadrão da Moda

Esquadrão da Moda (DCL)
imagem: Discovey H&H

 
 Este programa é muito show, uma família escolhe um membro que esteja totalmente fora de moda, faz vídeos e depois a "vitima" ainda é exposta a amigos e parente através de um filme que aparentemente deveria ser um filme de cinema, mas no tal filme está a vítima e mostram o quanto ela se veste mal. O legal de tudo é que a pessoa ganha U$5 mil para comprar roupas novas e que realmente sejam legais para o seu corpo. Só que antes disso ela tem que entender o que cai bem para seu corpo. O legal é que a maioria das pessoas aprender a melhorar  o seu estilo e s erevelam pessoas muito mais bonitas e refinadas.


 
Abaixo a sinopse da discovey sobre o programa

Os especialistas em moda e estilo, Stacy London e Clinton Nelly, compartilham dicas para melhorar a aparência pessoal renovando o vestuário, a maquiagem e o penteado. Os novos episódios de ESQUADRÃO DA MODA são exibidos todas as quartas, às 23 horas,
Com conselhos úteis de estilo baseados nas características de cada pessoa, Stacy e Clinton se dedicam a transformar patinhos feios em cisnes deslumbrantes. Filmados em diversas cidades dos Estados Unidos, os episódios apresentam a história surpreendente de uma pessoa indicada por parentes e amigos para uma transformação de imagem radical.

As câmeras do programa acompanham, em segredo, as candidatas em sua vida diária para que os especialistas possam avaliar seu estilo e formular o plano de ataque. Stacy e Clinton começam com uma dura análise do guarda-roupa atual e compartilham dicas de estilo que ajudarão não só a participante, mas também a audiência, a ressaltar seus pontos fortes e disfarçar os defeitos.


Cena do filme Amanhecer 2ª parte.

Aí vai um trechinho de um filme que promete ser tudo de bom^^

Pessoas em afogamento devem evitar gritos para conservar energias

Essa é uma dica de utilidade pública, é muito importante ler principalmente se você costuma ir a praias ou rios.

Bem Estar desta quinta-feira (16) deu dicas para evitar o problema.
Para socorrer uma pessoa na água, até mesmo uma garrafa pode servir.

Do G1, em São Paulo

Os cuidados para evitar afogamentos devem ser redobrados durante o verão, quando as pessoas utilizam mais as piscinas e as praias por conta do calor. No Bem Estar desta quinta-feira (16), Jorge Ribeira, gerente do grupo de resgate dos bombeiros de São Paulo, e a pediatra Ana Escobar explicaram como evitar o problema e o que fazer para ajudar uma pessoa em perigo na água.

Quando uma pessoa permanece debaixo da água, ela para de respirar de forma consciente. Esta é uma forma que o corpo encontra para evitar que água entre nos pulmões. A laringe, órgão responsável por regular a entrada de ar no organismo, consegue impedir a entrada de líquidos durante um tempo, mas quando ela cede à pressão e abre, a água penetra dentro do sistema respiratório.

Dentro do pulmão, a água retira substâncias que ajudam no funcionamento dos alvéolos, os "saquinhos" no interior do órgão que fazem levam oxigênio aos vasos sanguíneos. Com os alvéolos umedecidos, a passagem de oxigênio para o sangue é comprometida. O corpo passa a fabricar menos energia e o organismo como um todo começa a sofrer.

Afogados e ajudantes

Os bombeiros recomendam os seguintes procedimentos ao se deparar com uma pessoa se afogando:
1 – Jogar um objeto que flutue na água em direção da pessoa em afogamento. Até mesmo garrafas PET de refrigerante vazias podem servir, além de boias convencionais e cordas;
2 – Retirar a pessoa da água com cuidado. É preciso segurar a pessoa pelas axilas e evitar erguer a pessoa pela região da barriga, já que uma pressão no estômago pode fazer o afogado vomitar e se asfixiar no próprio vômito.
3 – Chamar os serviços de emergência pelos telefones 192 e 193 (Bombeiros). A pessoa deve informar na ligação que se trata de um resgate;
4 – Tirar a roupa molhada, secar o afogado e aquecê-lo;
5 – Virar o corpo do afogado de lado para evitar asfixias. No caso de praias, o corpo da pessoa atendida deve estar em paralelo com a borda do mar, segundo os especialistas;
6 – Esperar o socorro ou levar a pessoa até o hospital. Isso vale mesmo para os casos de pessoas conscientes, que precisam passar pela avaliação de um médico, técnico, bombeiro ou enfermeiro para verificar se há água nos pulmões.

Para quem está se afogando, os especialistas recomendam alguns procedimentos para evitar o desespero:

1 - Não gritar. Gritar deixa o afogado mais nervoso e o faz perder calorias e se cansar mais rapidamente. O melhor para ser detectado é levantar os braços e acenar com a mão.
2 - Nunca nade contra a correnteza, pois isso vai levar à fadiga muito rapidamente. É possivel nadar lateralmente a ela. Procure sempre por algo que flutue para se apoiar;
Tirei essa notícia daqui ó....

Programa Cada coisa em seu lugar.


Os seres humanos são acumuladores por natureza. Nos tempos em que se viviam de grãos e não havia nem ao menos moeda, comércio, etc, os homens acumulavam grãos e outras coisas que fossem úteis ao seu sustento alimentar no inverno. A cavervas ficavam cheias de tralhas para se aquecerem.
Hoje com a evolução da humanidade, pouca coisa mudou, o homem virou um ser movido pelo consumismo, gostou de algo e tem dinheiro para comprar, beleza. Compra e fica com mais uma lembrancinha inútil em casa.
Pois bem, tem gente que leva isso ao extremo e pior tão ao extremo que não joga fora enm o lixo de casa. Isso é uma doença, cujo doente é conhecido como acumulador. E tem de tudo, acumulador de bichos, acumulador de coleções, acumulador de tudo quanto é coisa. Pois bem, tem um programa que eu amo do canal pago Discovery H&H chamado de Cada Coisa Em Seu Lugar. No programa apresentado por Niecy Nash, sempre tem uma família com problemas sérios de organização e não é só aquela baguncinha básica em que só ficam algumas coisas fora do lugar. Normalmente as famílias que participam dos programas são acumuladores que estão caminhando para a destruição, são aqueles que ainda têm jeito, que a bagunça ainda não chegou até o teto. A turma do programa faz uma proposta, aplica o desapego dos donos da bagunça vendendo todas as suas tralhas numa feira de garagem e o dinheiro arrecadado na venda é aplicado na reforma e reorganização do lar, com resultados surpreendentes.
Não é fácil negociar com essas pessoas, e quem assiste observa traços de doenças do acumulador. Eles se apegam a coisas que são verdadeiros lixos, como papel velho e até mesmo dentes. Niecy Nash é bem irreverente e costuma ser dura com as pessoas mostrando a elas que essa coisa de acumulador é bem feia. Mas no final sempre tudo dá certo e as pessoas ganham a chance de ter tudo organizado e sua casa transformada num lugar melhor.
O bom de assistir a esse tipo de programa é que a gente vê o quanto as pessoas são apegadas a coisas inúteis e a gente acaba olhando para si e vendo que mesmo em bem menor escala também temos as nossas tranqueirinhas. Bem eu estou me desfazendo das minhas tranqueirinhas, no início de 2012 me livrei de muita coisa até de móveis inúteis^^ Vou continuar fazendo isso toda vez que sentir falta de espaço por causa de bagunça. Também costumo ler o blog Vida Organizada que trás dicas fenomenais sobre organização.

Purê gratinado de mandioquinha

Tudo que é bom é para ser mostrado, pois bem, hoje trago para vocês um dos meus sites favoritos: O Na Minha Panela, sempre que posso dou uma passadinha para me deliciar com as fotos e as receitinhas maravilhosas que existem por lá. E sempre que puder vou mostrar aqui algumas das receitas que mais curti.
Imagem: Na minha Panela
Que tal se esbanjar neta delícia feita da mais deliciosa mandioquinha?
A receita leva 500g de mandioquinha, 1 colher de sopa de requeijão, um tanto de sal, pimenta do reino … por cima, uma camada extra generosa de queijo parmesão ralado ...
Quer ver a receitinha na íntegra então visite o site Na Minha Panela e se delicie com esta e outras receitinhas.

DE VOLTA AO PLANETA VERMELHO

"A NASA enviou no dia 18 de novembro de 2011 um superjipe para procurar indícios de vida em Marte; a chegada ao planeta vermelho é esperada para agosto de 2012


A notícia pode ser meio velha, mas que é interessante, isso é. Imagine poder explorar marte de maneira mais efetiva, sem o uso daquelas sondas minúsculas (parecendo carrinhos de controle remoto e ainda por cima totalmente dependentes do sol. Fechou o tempo, ficou de noite? Ja era o bendito do carrinho.) Agora a coisa vai ficar bem melhor, pois vão enviar um tipo de jipe espacial (tem o tamanho de um jipe mesmo) e movido a energia nuclear (esse não morre com tempo feio nem tem medo do escuro^^) O jipão Curiosity vai pousar em marte em meados de agosto (veja imagem do esquema de pouso e aparência do jipão) e deve procurar duas coisas importantes: água e principalmente carbono, duas substâncias que podem juntas a outras dar origem a vida orgânica. O projetão custou pelo menos 2,5bilhoes de dólares e vai ter duração de um ano marciano, quase dois anos terrestres^^.
Esta pessoa que vos escreve espera realmente que esse projeto dê certo e que suas descobertas tragam notícias significativas não só para a comunidade ciêntífica mas para todos que curtam o assunto. Já pensou encontrarem substâncias que favorecem a vida em marte? Ou até mesmo algum organismo? Nossa, já foram tantos filmes falando sobre isso que a gente voa na imaginação.^^
Leia abaixo a notícia na íntegra.


Por Salvador Nogueira, na Folha e UOL

“A NASA tenta iniciar nova investida até o planeta vermelho. O objetivo: achar os ingredientes da vida em Marte.

O encarregado de realizar a tarefa é o jipe ‘Curiosity’, um grandalhão que tem quase o tamanho de um automóvel (três metros de comprimento e quatro toneladas).

O projeto custou US$ 2,5 bilhões, e a missão deve durar, pelo menos, um ano marciano (687 dias).

Movido por energia nuclear, o jipe terá mais eletricidade que qualquer outro dispositivo em Marte, sem depender de painéis solares. Poderá trabalhar dia e noite.

VIVENDO E APRENDENDO

Em 1976, duas espaçonaves, Viking-1 e 2, levaram ao solo marciano experimentos dedicados à detecção de vida. A ideia era misturar nutrientes ao de solo. Se desse reação positiva, pronto: bactérias extraterrestres.

Quando o experimento foi conduzido na prática, ocorreu o inesperado.

A superfície marciana parecia estar cheia de uma substância capaz de degradar a solução nutritiva enviada nas naves. Resultado: muitos bilhões de dólares para um teste inconclusivo.
foto do solo de Marte (1976)
Desde então, a NASA tem sido cautelosa. A estratégia foi quebrada em três etapas, e o novo jipe representa uma transição para a segunda.

Primeiro, os cientistas decidiram se pautar pelo mote: "siga a água". Foi com base nele que as sondas ‘Mars Global Surveyor’ e ‘Mars Reconnaissance Orbiter’ buscaram sinais de fluxos de água (passados, recentes e presentes).

A sonda ‘Mars Odyssey’ mapeou a presença de gelo no subsolo, e a sonda ‘Phoenix’ confirmou o achado.

Finalmente, os jipes ‘Spirit’ e ‘Opportunity’ buscaram sinais minerais de interação da água com as rochas, indicando que, no passado, Marte já foi mais quente e teve atmosfera mais densa.

Além da água, há outras duas coisas de que a vida precisa para prosperar. Uma delas é energia, que o Sol pode fornecer em Marte, a despeito da maior distância que o planeta guarda da estrela, em comparação com a Terra.

A outra é a presença de compostos orgânicos, os ‘tijolos da vida’. Por isso, o foco agora não é mais a água (que já existiu na cratera ‘Gale’, onde o novo jipe deve pousar), e sim o carbono.

"Entre 2010 e 2020, mudamos o foco, queremos procurar os chamados ambientes habitáveis", disse à Folha o engenheiro brasileiro Ramon de Paula, executivo de programa no quartel-general da NASA envolvido com missões marcianas.

"Entre 2020 e 2030, a última etapa: o retorno de amostras de Marte, em busca de sinais de vida", afirma.

O ‘Curiosity’ está equipado com dez instrumentos científicos. Ele vai perfurar o solo para análise, buscar compostos orgânicos e medir o nível de radiação solar e cósmica.

Para descer o "jipão" até o solo, a NASA usará técnica inédita: um sistema de propulsores que executará a parte final do pouso e descerá o jipe por um cabo, para depois soltá-lo e voltar a voar, caindo mais adiante. Nada de ‘airbags’, como os jipes anteriores enviados a Marte.

"Isso foi testado na Terra, mas podemos ter imprevistos lá", diz Ramon de Paula.

O teste final será na madrugada do dia 6 de agosto de 2012, quando o ‘Curiosity’ deve tocar o solo marciano.”

FONTE: escrito por Salvador Nogueira e publicado na “Folha.com” e portal UOL  (http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ciencia/10128-de-volta-ao-planeta-vermelho.shtml)

Inauguração do blog

Sempre quis fazer um blog que fosse um espaço para todas as coisas que curto, ou que simplesmente vi e achei legal, pois bem, finalmente surge o Coisas Legais que eu curto^^
Aqui vou colocar tudo que eu gosto, mas tudo mesmo. Animais, filmes, moda, maquiagem, arte, jornal, notícia, receitas, decoração e por aí vai.
Se você é uma pessoa assim, bem eclética e que gosta de ler sobre um pouco de tudo, esse é o lugar certo.
Sempre que eu puder vou escrever sobre algo que acho legal e que espero que vocês curtam^^

Só um post teste

Olá amigos, o blog está nascendo agora, este post é para testar o layout que estou montando pelo blogger^^